Web Site

16 anos atrás o Instituto i3G iniciou o seu primeiro Projeto

Por Instituto i3G | 9 de setembro de 2015

 

Estamos comemorando neste 09 de setembro mais um ano de existência e temos motivos para comemorar: após 7 anos de empenho, executando projetos, parcerias, treinamentos e reuniões a Unesco aprovou o início do Projeto TECLIN (Tecnologias Linguísticas para a Proteção da Língua Materna Indígena).  O Teclin não é somente mais um projeto do qual o i3G faz parte, mas significa uma nova era de pesquisas para a nossa instituição. A inauguração da Cátedra foi em Madri com toda a importância necessária para projetos dessa envergadura e agora Espanha, Equador, Argentina e Chile fazem parte deste nosso universo de forma permanente e sem prazo para acabar. (http://institutoi3g.org.br/blog/instituto-i3g-no-ato-inaugural-da-catedra-unesco-teclin/).

Esse acontecimento nos motivou a realizar uma reestruturação na nossa página Web para atender esta nova e complexa área de pesquisa que é a Engenharia Linguística e em breve estará disponível. São 16 anos dedicados ao desenvolvimento da cidadania através da Tecnologia da Informação e com isso pudemos observar as transformações que ocorreram no mundo.

Percebemos que o Governo Eletrônico está se reformulando com o Crowdsourcing e a Gameficação, e nós também. Projeto como o Indiopedia  versão beta, de pós-doutorado da pesquisadora Karina Girardi Roggia e a dissertação da pesquisadora Angela Iara Zotti fazem sucesso em congressos internacionais (CIIDDI e JURIX) e em ambientes como Slideshare e Researchgate.

São resultados expressivos de pesquisa tupiniquim, onde pesquisadores unem o seu conhecimento à tecnologia para um futuro melhor para a humanidade. Assim somos e assim continuaremos nossa pesquisa para construção de tecnologias libertárias.

Wandergell Lins Fernandes Leiroza – Presidente

Categoria: #Notícia

Sobre o autor(a):

Instituto i3G

E-mail

i3g@i3g.org.br

Veja o perfil completo do autor.

[ 1 ] Comentário

  1. Viva!
    Orgulho-me muito de fazer parte dessa história e espero continuar nessa jornada por iniciativas como o projeto do instituto i3G como um todo. Sempre seguindo em frente!
    Karina. 🙂

Deixe o seu comentário!